Viver Juntos no Musa

Autores

  • Ennio Candotti

DOI:

https://doi.org/10.47456/Cad.Astro.v2n1.33783

Palavras-chave:

museu historia natural, etnografia, antropologia, historia da ciencia, mitos

Resumo

O Museu da Amazônia, o Musa, é um museu vivo, a céu aberto na Reserva Ducke, uma floresta primária na cidade de Manaus. Os ecossistemas, a fauna e a flora desta floresta, têm sido estudados há mais de cinquenta anos pelos pesquisadores do INPA. O Musa está empenhado em divulgar para o grande público os segredos desta floresta. Mostrar ao vivo, em seu habitat natural, as plantas, os pássaros, insetos, flores e polinizadores. É propósito do Musa em suas exposições valorizar os saberes das culturas indígenas que habitaram e ainda habitam as florestas amazônicas. No Musa são também cultivadas e divulgadas práticas agrícolas compatíveis com a presença da floresta, explorando assim modos antigos de compreender o mundo que propiciam o ‘viver juntos’ de culturas e saberes de humanos e não humanos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-01-31 — Atualizado em 2021-02-08

Versões

Como Citar

[1]
E. Candotti, “Viver Juntos no Musa”, Cad. Astro., vol. 2, nº 1, p. 115, fev. 2021.

Edição

Seção

Divulgação Científica, Ciência e Sociedade