Como Identificar Exoplanetas

Autores

  • Adryan Petry Lenchuk SESI - Linhares/ES
  • Aline Marques Ferreira SESI - Linhares/ES
  • Davi Bossatto Vettoraci SESI - Linhares/ES
  • Lívia Cezar Bayerl SESI - Linhares/ES
  • Roger da Trindade Gomes SESI - Linhares/ES

DOI:

https://doi.org/10.47456/Cad.Astro.v2n1.34063

Palavras-chave:

exoplanetas, velocidade radial, transitividade planetária, fotometria, ondas gravitacionais

Resumo

O estudo de exoplanetas está passando por melhorias recentes e crescentes que tornam esse tema promissor no assunto de exploração espacial. Alguns dos métodos aqui descritos têm raízes mais recentes, como o método de ondas gravitacionais, que se baseia no estudo das ondas gravitacionais previstas pela da teoria da relatividade geral de Einstein. Mas o uso de outros métodos têm início nos séculos XVIII e XIX, como é o caso da transitividade planetária, na época aplicado com o intuito de descobrir a distância entre a Terra e o Sol. É por conta dessas e de outras informações que esse projeto tem como principal objetivo apresentar as três principais maneiras de detectar um exoplaneta, além de revisar alguns conceitos e teorias da astronomia e apresentar algumas perspectivas futuras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-01-31 — Atualizado em 2021-02-08

Versões

Como Citar

[1]
A. P. Lenchuk, A. M. Ferreira, D. B. Vettoraci, L. C. Bayerl, e R. da T. Gomes, “Como Identificar Exoplanetas ”, Cad. Astro., vol. 2, nº 1, p. 191, fev. 2021.

Edição

Seção

MAES 2020 - Trabalhos premiados