Figurações do autor nas crônicas de António Lobo Nunes

Autores

  • Luís Fernando Prado Telles Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP
  • Thais Moreira de Oliveira Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP

Resumo

RESUMO: O presente artigo procura analisar as figurações de autor nas crônicas de António Lobo Antunes. Para tanto, busca verificar de que modo e em que medida Antunes participa da construção do imaginário de si como escritor de literatura na tessitura de suas crônicas. O corpus de trabalho restringe-se às crônicas publicadas no Livro de crônicas (1998). O percurso metodológico inclui um levantamento das especificidades do gênero, da carreira cronística do autor e das características de sua escritura; revisão bibliográfica dos pressupostos teóricos concernentes à questão da autoria, com especial atenção ao conceito de “nome de autor”, de Michael Foucault; análise do corpus; descrição dos resultados e saldo interpretativo. Constatou-se que a crônica, por conta de marcas estruturais próprias, concede maior possibilidade para o autor figurar-se e que tais representações podem compor não apenas o seu discurso, mas sugerir, para os leitores, certa descrição de si próprio.


PALAVRAS-CHAVE: Lobo Antunes. Crônicas. Representações do eu. Figurações de si. Autoria.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-11-09

Edição

Seção

Artigos (Clipe)