A DESCRIÇÃO LINGUÍSTICA DE [(X) CORRER SN]FOC NO PB

UMA DISCUSSÃO SOBRE CONSTRUÇÕES DE ESTRUTURA ARGUMENTAL À LUZ DA GCBU

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47456/cl.v14i29.31949

Palavras-chave:

Estrutura Argumental, Gramática de Construções Baseada no Uso, Português do Brasil

Resumo

O artigo apresenta um estudo sobre a rede de construções [(X) CORRER SN]FOC no Português do Brasil (PB) à luz da Gramática das Construções Baseada no Uso (GCBU), modelo que coaduna pressupostos teóricos desenvolvidos no âmbito da Linguística Funcional Centrada no Uso (LFCU). Assim, pretende-se apresentar os resultado de uma pesquisa sobre a construção de estrutura argumental [(X)VSN]FOC em que configura a realização da construção <CORRER> no slot correspondente ao seu item verbal. Defendemos que além do caráter de focalização da construção herdada pelo padrão mais abstrato [(X)VSN]FOC, é possível argumentar a favor da existência de subpadrões, em nível mais baixo da rede construcional [(X) CORRER SN]FOC que guardam suas próprias informações de forma  e sentido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roberto de Freitas Junior, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Doutor e mestre em Linguística pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); graduado em Letras - Português/Inglês pela mesma instituição, com especialização em Língua Inglesa pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). É professor no Departamento de Letras-Libras e do Programa de Pós-Graduação em Linguística da UFRJ.

Dennis da Silva Castanheira, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Doutor em Linguística pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); mestre em Letras pela UFRJ; licenciado em Letras - Português/Literaturas pela mesma instituição. É professor na Faculdade de Letras da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Júlia Souza Agnese da Rocha, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Graduanda em Letras - Português/Inglês pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

João Paulo da Silva Nascimento, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Graduando em Letras - Português/Literaturas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Referências

BYBEE, J. From usage to grammar: the mind’s response to repetition. Language, v. 82, n. 4, p. 711-733, dez. 2006.

BYBEE, J. Language, usage and cognition. New York: Cambridge University Press, 2010.

BYBEE, J. Usage-based theory and exemplar representations of constructions. In: HOFFMANN, T.; TROUSDALE, G. (Eds.). The Oxford Handbook of Construction Grammar. Oxford: Oxford University Press, 2013. p. 47-69.

FREITAS Jr., R.; ALONSO, K. S. B. Representação de Redes Construcionais: o caso de [(X)VSN]foc no PB. Revista LinguíStica, volume especial, p. I, 2016.

FREITAS Jr., R.; MARQUES, P. M. Sobre links e herança construcional: uma revisão à luz da interrelação entre as construções núcleo-complemento, transitiva básica e monoargumental inacusativa. Revista Soletras, v. 37, p. 204-223, 2019.

FREITAS Jr., R.; MARQUES, P. M. Uma visão construcional da ordem verbo-sujeito como estratégia de focalização no português do Brasil. Revista LinguíStica, volume especial, no prelo.

GOLDBERG, A. E. Constructions: A construction grammar approach to argument structure. Chicago: University of Chicago Press, 1995.

GOLDBERG, A. E. Constructions at work: the nature of generalization in language.

Cambridge: University Press, 2006.

HILPERT, M. Construction Grammar and its application to English. Edinburgh: Edinburgh University Press Ltd. 2014.

PEREK, F. Argument Structure in Usage-Based Construction Grammar. Experimental and corpus-based perspectives. Amsterdam: John Benjamins. 2015.

Downloads

Publicado

2020-12-30