O EFEITO DE DIFERENTES ATIVIDADES DE PRÉ-LEITURA NA COMPREENSÃO LEITORA DE ALUNOS DOS NÍVEIS PRÉ-INTERMEDIÁRIO E AVANÇADO DE INGLÊS COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47456/cl.v14i29.32230

Palavras-chave:

Leitura, Teoria dos Esquemas, Atividades de Pré-leitura

Resumo

O objetivo deste estudo foi investigar os efeitos das atividades de pré-leitura Redefinição Contextual e Organizador Gráfico na compreensão leitora de alunos brasileiros de inglês dos níveis pré-intermediário e avançado. Com base na Teoria dos Esquemas (RUMELHART, 1980; ANDERSON; PEARSON, 1998), esperava-se que ambas as atividades tivessem um efeito positivo na compreensão leitora dos alunos. Através de medidas repetidas, a compreensão dos alunos foi testada por meio da evocação do conteúdo lido e de perguntas de compreensão. A análise quantitativa revelou que o tratamento com a atividade Redefinição Contextual enfraqueceu a compreensão dos alunos pré-intermediários. Por outro lado, teve um efeito positivo na compreensão leitora dos alunos avançados quando medida por questões de compreensão. Por sua vez, a atividade Organizador Gráfico teve um efeito positivo na compreensão dos alunos pré-intermediários, ao passo que diminuiu a compreensão leitora dos alunos avançados quando medida por evocação do conteúdo lido e não surtiu nenhum efeito quando medida por questões de compreensão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tatiana Koerich Rondon, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Inglês: Estudos Linguísticos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); mestra em Inglês: Estudos Linguísticos e Literários pela mesma instituição; especialista em Gerenciamento de Projetos; licenciada em Letras - Língua Inglesa e Literaturas.

Lêda Maria Braga Tomitch, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Doutora e mestra em Inglês: Estudos Linguísticos e Literários pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); graduada em Farmácia pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Realizou pós-doutorado na University of Auckland (U.Auckland, Nova Zelândia). É professora do Departamento de Línguas Estrangeiras da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Referências

AEBERSOLD, J. A.; FIELD, M. L. From reader to reading teacher. Cambridge: Cambridge University Press, 1997.

ALIPANAHI, F.; MAHMOUDI, R. Pre-reading Activities and Reading Comprehension. Advances In Environmental Biology, v. 11, n. 8, p. 742-747, jul. 2014.

ANDERSON, R. C.; PEARSON, D. P. A schema-theoretic view of basic processes in reading comprehension. In: CARRELL, P. L.; DEVINE, J.; ESKEY, D. E. Interactive approaches to second language reading. Cambridge: Cambridge University Press, 1998. p. 35-55.

AZIZIFAR, A.; ROSHANI, S.; GOWHARY, H.; JAMALINESARI, A. The Effect of Pre-reading Activities on the Reading Comprehension Performance of Ilami High School Students. Procedia: Social and Behavioral Sciences, n. 192, p. 188-194, jun. 2015.

CARRELL, P. L. Introduction: Interactive approaches to second language reading. In: CARRELL, P. L.; DEVINE, J.; ESKEY, D. E. Interactive approaches to second language reading. Cambridge: Cambridge University Press, 1998. p. 1-7.

CLARKE, M. A. The short circuit hypothesis of ESL reading - or when language competence interferes with reading performance. In: CARRELL, P. L.; DEVINE, J.; ESKEY, D. E. Interactive approaches to second language reading. Cambridge: Cambridge University Press, 1998. p. 114-124.

COHEN, J. Statistical Power Analysis for the Behavioral Sciences. Hillsdale: Erlbaum, 1988.

DAVIES, F. Introducing reading. London: Penguin Group, 1995.

HASHEMI, A.; MOBINI, F.; KARIMKHANLOOIE, G. The Impact of Content-based Pre-reading Activities on Iranian High School EFL Learners' Reading Comprehension. Journal of Language Teaching and Research, v. 7, n. 1, p. 137-145, jan. 2016.

HUDSON, T. The effects of induced schemata on the “short circuit” in L2 reading: Non-decoding factors in L2 reading performance. In: CARRELL, P. L.; DEVINE, J.; ESKEY, D. E. Interactive approaches to second language reading. Cambridge: Cambridge University Press, 1998. p. 183-205.

JAHANGARD, A.; MOINZADEH, A.; KARIMI, A. The Effect of Grammar vs. Vocabulary Pre-teaching on EFL Learners' Reading Comprehension: a schema-theoretic view of reading. Journal of English Language Teaching and Learning, n. 8, p. 91-113, 2011.

LEVINE, A.; REVES, T. The four-dimensional model: Interaction of schemata in the process of FL reading comprehension. TESL Canada Journal, v. 2, n. 11, p.71-84, 1994.

MAUNSELL, M. Academic Pre-reading Activity Menus to Support International ESL Students in Higher Education. The Catesol Journal, v. 31, n. 1, p. 1-12, 2019.

MIHARA, K. Effects of pre-reading strategies on EFL/ESL reading comprehension. TESL Canada Journal, v. 2, n. 28, p.51-73, 2011.

MOGHADDAM, N. N.; MAHMOUDI, A. The Effect of Pre-reading Activities on Reading Comprehension of Iranian EFL Learners. Advances in Language and Literary Studies, v. 3, n. 7, p. 235-242, jun. 2016.

MOHAMMADI, M.; MOENIKIA, M.; ZAHED-BABELAN, A. The role of advance organizer on English language learning as a second language. Procedia: Social and Behavioral Sciences, v. 2, n. 2, p.4667-4671, 2010.

MOORE, D. W.; READANCE, J. E.; RICKELMAN, R. J. Pre-reading activities for content area reading and learning. 2. ed. Newark, Delaware: International Reading Association, 1999.

ROSCIOLI, D. C. The relationship between technical high school Brazilian students’ working memory capacity, pre-reading activities, and inference generation in reading comprehension in L2. 2017. 470 f. Tese (Doutorado em Inglês) - Programa de Pós-Graduação em Inglês, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2017.

RUMELHART, D. E. Schemata: The building blocks of cognition. In: SPIRO, R. J. et al. Theoretical issues in reading comprehension. Hillsdale: Lawrence Erlbaum Associates, 1980.

TOMITCH, L. M. B. An analysis of the potential selection strategies which may determine the contents of the short-term, working memory system. Mimeo, UFSC, Florianópolis, 1990.

TOMITCH, L. M. B. Schema activation and text comprehension. Fragmentos, v. 2, n. 3, p. 29-43, 1991.

TOMITCH, L. M. B. Reading: Text organization, perception, and working memory capacity. 7. ed. Florianópolis: Pós-Graduação em Inglês - UFSC, 2003. (Advanced Research in English Series).

Downloads

Publicado

2020-12-30