“É COM ALEGRIA QUE COLOCAMOS EM SUAS MÃOS”

UMA ANÁLISE SEMÂNTICO-ENUNCIATIVA DE PROFESSOR NAS INTRODUÇÕES AOS PCNS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47456/cl.v14i29.32391

Palavras-chave:

Sentidos de professor, Semântica do Acontecimento, Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN's

Resumo

Neste artigo, realizamos uma análise de excertos das Introduções aos Parâmetros Curriculares Nacionais – PCNs, com vistas a investigar os sentidos de professor. Em Sigliani e Ventura (2019; 2020), observamos, em textos jurídicos e institucionais, que, à medida em que a importância da profissão docente é reconhecida, sentidos de desvalorização do professor são percebidos. Assim, partimos da hipótese de que os PCNs podem apresentar um conflito de sentidos sobre professor. Para empreendermos nossa análise, partimos dos pressupostos da Semântica do Acontecimento, teoria semântica enunciativa proposta por Guimarães (2002; 2007; 2009; 2010; 2011; 2018), que parte do princípio da opacidade da língua e do sujeito. A constituição dos sentidos se dá na enunciação em uma relação, que é tomada na História, da língua com a própria língua e a enunciação consiste numa relação do sujeito com a língua, sendo uma prática política, pois instaura o conflito no centro do dizer. Para o tratamento dos dados, a partir dos pressupostos citados, executamos os procedimentos enunciativos de reescrituração, de articulação e o mecanismo de paráfrase, além do Domínio Semântico de Determinação (DSD). Como resultado, observamos um conflito constante de sentidos em que o professor é reconhecido como profissional importante ao passo que também foram observados sentidos de desprestígio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lívia Cristina de Souza Sigliani, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB)

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB); mestra em Linguística pela UESB; graduada em História pela mesma instituição. É bolsista da FAPESB.

Adilson Ventura da Silva, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB)

Doutor e mestre em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP); graduado em Letras pela Faculdade de Filosofia, Ciência e Letras de Guaxupé. É professor do Departamento de Estudos Linguísticos e Literários, do Programa de Pós-Graduação em Linguística e do Programa de Mestrado Profissional em Letras da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB).

Referências

ALMEIDA, P. M. S. O humor e a construção do sentido em piadas e tiras cômicas: imagem lúdica dos sujeitos ou disseminação e propagação de preconceitos?. 2018. 115 f. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Programa de Pós-Graduação em Linguística, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Vitória da Conquista, 2018.

GUIMARÃES, E. Semântica do Acontecimento. Campinas: Pontes. 2002.

GUIMARÃES, E. Domínio Semântico de Determinação. A Palavra: Forma e Sentido. Campinas: RG/Pontes. 2007.

GUIMARÃES, E. A enumeração: funcionamento enunciativo e sentido. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, v. 51, n. 1, p. 49-68, jan./jun. 2009.

GUIMARÃES, E. Os limites do sentido: um estudo histórico e enunciativo da linguagem. 4. ed. Campinas: Editora RG,2010.

GUIMARÃES, E. Análise de texto: procedimentos, análises, ensino. Campinas: Editora RG, 2011.

GUIMARÃES, E. Semântica: enunciação e sentido. Campinas: Pontes, 2018.

LIBÂNEO, J. C. Adeus professor, adeus professora? Novas exigências educacionais e profissão docente. 13. ed. São Paulo: Cortez, 2000.

NÓVOA, A. Professores: imagens do futuro presente. Lisboa: Educa, 2009.

ORLANDI, E. P. Língua e conhecimento linguístico: para uma história das ideias no Brasil. São Paulo: Cortez, 2002.

ORLANDI, E. P. Análise de Discurso: princípios & procedimentos. 8. ed. Campinas: Pontes, 2005.

PAYER, M. O. Linguagem e sociedade contemporânea – sujeito, mídia, mercado. Revista Rua, Campinas, v. 11, n. 1, p. 9-25, set. 2005.

SIGLIANI, L. C. de S. Desvalorização ou reconhecimento? A contradição nos sentidos de professor. 2020. 146 f. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Programa de Pós-Graduação em Linguística, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Vitória da Conquista, 2020.

SIGLIANI, L. C. de S.; VENTURA, A. O embate de sentidos do termo Professor: uma análise semântica de propagandas veiculadas pelo MEC. Revista Palimpsesto, Rio de Janeiro, n. 31, a. 18, p. 87-107, dez. 2019.

SIGLIANI, L. C. de S.; VENTURA, A. O político nas relações de sentido: uma análise semântica do termo professor na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional n° 9.394/96.

Revista Investigações, Recife, v. 33, n. 2, p. 1-23, jun. 2020.

SOUZA, D. S. Sentidos de impeachment no caso Dilma Rousseff: um estudo semântico. 2019. 82 f. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Programa de Pós-Graduação em Linguística, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Vitória da Conquista, 2019.

SOUZA, D. S. VENTURA, A. Paráfrase: um mecanismo de análise da Semântica do Acontecimento. Revista Ecos, Cáceres, v. 26, a. 16, n. 1, p. 349-367, jan./jun. 2019.

TARDIF, M.; LESSARD, C. O trabalho docente: elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2005.

Downloads

Publicado

2020-12-30