A encenação argumentativa na crônica O que deu errado, de Luis Fernando Veríssimo

Autores

  • Paula Crespo Halfeld Universidade Federal do Rio de Janeiro

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo analisar as estratégias discursivas empregadas na crônica O que deu errado, de Luis Fernando Veríssimo, à luz da teoria Semiolinguística de Patrick Charaudeau, no que se refere à encenação argumentativa. Realizando uma aplicação efetiva da teoria, o trabalho pretende identificar os componentes e os procedimentos utilizados na construção da argumentação no texto, e depreender os efeitos de sentido produzidos por esses empregos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paula Crespo Halfeld, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Mestre em Língua Portuguesa pelo Departamento de Letras Vernáculas da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Publicado

2012-10-26

Edição

Seção

Artigos